Pular para o conteúdo principal

Postagens

Mostrando postagens com o rótulo governo

Bolsonaro volta atrás e desiste de demitir Ministro Mandetta HOJE

------------ Atualização ---------------- Há algumas horas o Jornal O Globo havia divulgado em primeira mão a exoneração do Ministro Luiz Henrique Mandetta.  O Ministério Público Federal, os próprios funcionários do Ministério da Saúde e toda a população repudiou a atitude do Presidente Jair Bolsonaro que iria anunciar a demissão de Mandetta e iria também anunciar Osmar Terra como sucessor.  Porém o Presidente Bolsonaro desistiu de última hora (por enquanto) de demitir o Ministro da Saúde.  Mandetta está na linha de frente contra o Coronavírus e vem trabalhando dia e noite para ajudar o país enfrentar a pandemia.  Talvez por isso o presidente tenha vontade de demiti-lo. Eu sei que isso é subjetivo, mas está bem claro que para o presidente a saúde da população não é prioridade. Tanto que o cotado a ocupar a vaga de Minístro é Osmar Terra, que defende que o isolamento social é desnecessário. Assim como também defende Bolsonaro.  Por: Jerffeson Almeida 

Conheça todas as regras do benefício emergencial de R$ 600

Aprovado pela Câmara e pelo Senado, o auxílio emergencial de R$ 600 é uma renda emergencial básica por três meses para pessoas que ficaram sem rendimentos em razão da pandemia de Covid-19, como vendedores ambulantes, feirantes e outros trabalhadores informais. O governo sancionou a proposta na quinta-feira (02), que se tornou a Lei 13.982/20. Veja as regras do benefício, que deverá ser pago a partir do dia 10 de abril para quem está no Cadastro Único do governo, e no dia 16 para quem não está no cadastro: Quanto cada família vai receber? - O benefício é de R$ 600 e limitado a duas pessoas de uma mesma família. - A mãe chefe de família (sem marido ou companheiro) tem direito a duas cotas do auxílio, no total de R$ 1,2 mil - Duas pessoas de uma mesma família podem acumular benefícios: um do auxílio emergencial de R$ 600 e um do Bolsa Família - Quem receber o Bolsa Família e se encaixar no critério do benefício emergencial, vai receber o que for maior. Quem pode receber